viajando-com-pet

imagem viagem uol

Quem tem algum fofinho desse em casa dificilmente consegue se desgarrar dele, nem mesmo em uma viagem…

Mas e aí? Como levar ele para viajar junto com você?

Alguns cuidados são necessários naturalmente, assim como temos com nós mesmos em qualquer alteração no nosso dia a dia.

Pensando nisso resolvi escrever algumas dicas bem básicas para que você viaje com o seu animal de estimação de uma forma mais tranquila… ou pelo menos tente assim de forma gradativa (afinal de contas cada um tem um humor, personalidade, estando mais disposto – ou não – a aguentar o passeio).

Vamos lá:

1- para viajar todo o pet precisa do Atestado de Saúde Animal, que pode ser impresso no site do Ministério da Agricultura, além da carteirinha de vacinação.

2- não se esqueça do kit emergência/higiene, com saquinhos para cocô, lenços umedecidos e de papel.

3- coloque identificação no seu animal. Uma medalhinha com o nome e telefone do dono é essencial para qualquer eventualidade.

4- antes de fazer reserva em hotel/pousada, naturalmente, pergunte se o local aceita o animal e se existe lugar para ele, se poderá circular fora do quarto entre outras coisas do tipo.

5- para qualquer tipo de viagem, leve alguns brinquedos que ele esteja acostumado, para não estranhar tanto o momento de locomoção.

6- se o pet estiver no carro com você, lembre-se de prender a caixa de transporte ao cinto de segurança e alimenta-lo de 2 em 2 horas. Paradas também são indicadas para ele caminhar nem que seja um pouquinho.

7- na praia não deixe ele muito tempo embaixo do sol, dentro do mar ou com as patinhas na areia (sim, elas queimam, como os nossos pés).

E no avião? Dá para levar?

Sim, porém algumas observações são necessárias:

8- precisa ter um Atestado de Saúde fornecido pelo veterinário até 3 dias antes da viagem, além do certificado de vacinação antirrábica.

9- Cias Aéreas Nacionais, pagando-se uma taxa, permitem animais pequenos dentro da caixinha viajando com o dono na poltrona do avião.

10- animais de grande porte (até 30 kg) deverão seguir viagem no compartimento de carga do avião (local com luz, temperatura e pressão). Alguns animais sofrem com a temperatura corporal e, por tal razão, poderão ter o embarque restringido. Para que não haja dúvida, confirme tudo com a Cia Aérea antes de adquirir a sua passagem.

E você? Já viajou com o seu pet? O que indica que seja feito para deixar o bichinho mais tranquilo? Alguma dica legal?

.