É difícil alguém dizer que não gosta de vinho, certo? Nem que seja apenas para aquele momento degustação….
Pois é…..
Um dos atrativos para quem visita a capital chilena é conhecer as vinícolas que existem ao seu redor. É isso mesmo….não é preciso viajar para tão longe para apreciar bons vinhos.

As vinícolas localizadas próximas a Santiago no Chile oferecem tours guiados com ótimas explicações sobre o cultivo da uva e produção do vinho, com vale degustação e tudo mais….
Quando estive lá fui a 3 delas (apesar de existirem mais) e digo que valeu a pena e que foi o suficiente no quesito vinícola…(pelo menos para mim).

A caminho de Vina Del Mar e Valparaíso parei na vinícola Emiliana. Foi um rápido stop antes de seguir viagem, sem tour, apenas para apreciar as paisagens e comprar vinhos, mas que valeu os seus minutos.

Vinícola Emiliana

A mais famosa vinícola da região é a Concha y Toro, que também é a maior do Chile. No próprio site da vinícola dá para reservar o tour. Lógico que lá estava euzinha para me acabar na história que começou em 1873.

Concha y Toro
Don Melchor – Concha y Toro
É um passeio bem bacana, com direito a momentos assustadores (ou quase) quando contam sobre o vinho Casillero Del Diablo – diz a lenda que o dono da vinícola guardava seus melhores vinhos em uma adega subterrânea, que eram roubados e que para evitar isso ele inventou que o diabo ali estava presente – nesse momento do tour gritos de terror com a pseudo sombra do “bicho” que aparece na parede….

Casillero del Diablo
Tentei fotografar a curiosa sombra “assumbrada” mas, devido ao flash, não consegui….pq será né?!

Além da degustação de vinhos, levamos copos com o logo da Concha y Toro de lembrança para casa. Bem bacaninha….Adorei!

Outra vinícola que estive foi a Cousiño Macul – tirei fotos incríveis com a Cordilheira ao fundo. Passeio também com visitas guiadas pelas plantações, com explicações de todo o cultivo, produção e ainda, como não poderia deixar de ser, degustação de ótimos vinhos.

Como disse em outros posts sobre Santiago, a maioria dos passeios que fiz por lá foi de Van (várias opções oferecidas no hotel), dividindo o valor com mais 03 pessoas (o que valeu a pena diante da praticidade), mas existe a opção de você se locomover de trem, metrô ou ônibus, inclusive para visitar as vinícolas.

O endereço e horário de funcionamento das vinícolas estão nos links que aqui deixei.

O passeio nas vinícolas é super tradicional na região e tem que fazer parte de qualquer roteiro. As pessoas que trabalham com esse tour guiado são preparadas, atendendo super bem os turistas.

Ou seja, quando estiver por lá não deixe de fazer esse tipo de visita, incluindo pelo menos uma vinícola no seu percurso. Você vai aprovar, eu garanto!

Please follow and like us: