Gorjetas nos navios

Gorjetas nos navios. imagem: dicas da califórnia

O quanto dar de gorjetas nos cruzeiros é um assunto que sempre causa muitas dúvidas nos viajantes.

Normalmente os navegantes não sabem se tem que dar ou não e quanto dar de gorjeta para as pessoas que trabalham a dentro do navio.

Eu já escrevi aqui muita coisa sobre viagem de navio, inclusive sobre o que, normalmente, está incluído no preço da viagem, mas sobre o tema gorjetas nos cruzeiros ainda não…

E é disso que vamos falar agora então…

Afinal, temos que dar gorjetas nos cruzeiros aos tripulantes que nos atendem (muito bem, por sinal), ou não?

Não se pode negar que as gorjetas representam boa parte da remuneração do pessoal do navio e, diferente do que muitos pensam, NÃO é obrigatória.

Faz parte você querer (ou não) gratificar quem lhe atendeu bem durante a sua viagem e uma forma de fazer isso é dando gorjeta.

E como funciona esse sistema de gorjetas nos cruzeiros?

É bastante variado de Cia para Cia Marítima.

Existem, ao menos, 3 formas clássicas de se cobrar/pagar as gorjetas:

  • valor da gorjeta já embutido no preço da viagem;
  • deixar a quantia em dinheiro dentro de envelopes, que são deixados na cabine no último dia do seu cruzeiro;
  • débito direto no cartão como serviço de bordo.

Para quem dar as gorjetas?

Normalmente as gorjetas são dadas aos Camareiros (que arrumam a nossa cabine todos os dias), Chefe do Camareiros, Garçons e seus Assistentes (que atendem no restaurante também durante toda a viagem – sim, eles serão fixos pois sua mesa será fixa)… mas é claro que você pode distribuir uma gratificação para o navio inteiro se quiser…

Valores das gorjetas

O valor médio, por dia, que se calcula para as gorjetas é:

Camareiro e Garçom: U$ 4,00;

Assistente de Garçom: U$ 2,00;

Chefe dos Camareiros e Garçons: U$ 5,00.

Porém, como eu disse, é uma escolha sua, sendo os valores acima apenas SUGERIDOS pelas Companhias de viagem, quando não já embutidos no preço.

Qual o momento para dar as gorjetas nos cruzeiros?

– Valor embutido no preço:

No caso do valor embutido no preço – ok, já foi tudo pago no momento da compra do seu pacote de cruzeiro.

– Em envelope:

Quando em envelope – o momento é o último dia da viagem – na sua cabine, serão colocados envelopes a disposição para esse fim.

Caso você opte por dar gorjeta, basta colocar o valor sugerido (ou qualquer outro) dentro desse envelope (em dinheiro) e direcionar à pessoa.

– Gorjeta cobrada como serviço de bordo:

Se o valor for cobrado como serviço de bordo – ficar atento ao seu extrato de consumo dentro do navio, pois você pode não concordar com a cobrança ou mesmo com o valor, que é debitado dia a dia.

Nesse caso, terá que sinalizar na recepção do navio para cessar a cobrança, ou diminui-la.

Tire todas as suas dúvidas antes de viajar

Sempre digo para todo mundo tirar todas as dúvidas antes de viajar e essa, sobre as gorjetas, é uma delas e bem pertinente.

Questione sobre o sistema de gorjetas quando adquirir o seu pacote de cruzeiro.

É o melhor que se pode fazer para ficar por dentro de tudo e nada estragar a sua viagem…

Aproveite agora e compre já a sua viagem de navio.

Imagem principal do post: queconceito.com.br

Pine essa ideia:

Saiba como funcionam as gorjetas na sua viagem de navio

Saiba como funcionam as gorjetas na sua viagem de navio

CHECK LIST DE VIAGEM – PLANEJE TUDO POR AQUI

Resumo
Viagem de navio: como funcionam as gorjetas nos cruzeiros?
Nome do artigo
Viagem de navio: como funcionam as gorjetas nos cruzeiros?
Descrição
Gorjetas nos cruzeiros? É obrigatório? Quanto dar? Para quem dar? Quando e como pagar? Saiba como funciona o sistema de gorjetas nas viagens de navio
Autor
Publicado por
Andrea - Top 5 Tour