Quem nunca ouviu falar da Rua Augusta em Lisboa?

Arco Triunfal da Rua Augusta - Lisboa

Arco Triunfal da Rua Augusta – Lisboa

Outro lugar que não pode faltar no roteiro de nenhum “tourista” é uma caminhada (que seja) por ela, seja em qualquer hora do dia.

A conhecida Rua começa com o seu imponente (e também super conhecido) Arco Triunfal e que liga a Praça do Comércio à Praça do Rossio, ou seja, estando por ela você poderá visitar num mesmo momento esses três outros pontos turísticos da cidade (além de tantos outros que estão pelas proximidades).

A Praça do Comércio, que é uma das maiores praças da Europa, fica a beira do Rio Tejo e já foi, no passado, o terreiro do Paço, onde estava o Palácio da Ribeira de D. Manoel I.

Visão parcial da Praça do Comércio com o Arco da Rua Augusta a direita

Visão parcial da Praça do Comércio com o Arco da Rua Augusta a esquerda

O Arco Triunfal, por sua vez, foi desenhado em comemoração a reconstrução da cidade após o terremoto que ocorreu em 1755. Figuras históricas estão nele, como por exemplo, Vasco da Gama.

Dá para subir no Arco e estando ele aos pés da Rua Augusta e da Praça do Comércio, imagina-se a visão que se tem de todo o pedaço, da baixa Lisboa e que ainda beira o Rio Tejo. Demais né? Para subir no Arco paga-se a quantia de 2,50 euros.

Rua Augusta vista de cima do Arco Triunfal

Rua Augusta vista de cima do Arco Triunfal

Praça do Comércio vista de cima do Arco Triunfal

Praça do Comércio vista de cima do Arco Triunfal

as 2 fotos acima: trip advisor

A Rua Augusta na verdade não é rua e sim um longo calçadão (e isso desde a década de 80).

Em seu trajeto encontramos de tudo: vários restaurantes gostosos, inclusive com mesinhas no meio da rua (ops, calçadão), cafés, docerias vendendo os famosos pasteis de belém e outros quitute calóricos irresistíveis, lojas conhecidas de roupas masculinas e femininas, gifts a rodo, além de todos os tipos de artistas fazendo graça pra lá e pra cá.

Sim, tenha a certeza de que ao passear por ela você será abordado diversas vezes pelos ambulantes na tentativa de te vender alguma coisa.

Lugar muito movimentado, com os edifício que sobreviveram ao tal terremoto devastador, sendo que o fervo do comércio é por lá mesmo, na própria Rua Augusta e adjacências.

A Rua além de ser um lugar para passear e admirar a arquitetura portuguesa, é indicado para quem quer ir as compras, sejam elas as mais diversas possíveis.

E porque o nome Augusta?

Conta a história que é em homenagem ao Rei D. José I.

Eu estive por lá e adorei – alias, um parênteses, no dia que estive, vim andando do Castelo de São Jorge até o meu hotel, o que, na soma da distância, deu uns 12 km (e haja perna!).

E você? Já esteve por lá? Do que mais gostou? Conta pra gente nos comentários.

E agora salve essa ideia no seu pinterest para consultar sempre que quiser:

Passeando pela Rua Augusta em Lisboa

Passeando pela Rua Augusta em Lisboa

Bora viajar com o Top 5 Tour?

É só clicar nos links dos parceiros do blog aqui embaixo, que você acessa os serviços com tranquilidade, não pagando nada mais por isso.

Hospedagem: Booking.com

Seguro de viagem: Seguros Promo