O que é um coffeeshop?

Você sabe?

Quando se fala em Amsterdam, além de muitas outras coisas, uma curiosidade de muitos turistas (para não dizer de todos) é saber como funciona um coffeeshop por lá.

Coffeeshop em Amsterdam

Coffeeshop em Amsterdam

Foto: www.merryjane.com

Coffeeshop, para quem não sabe, funciona em Amsterdam como um local onde é livre o consumo da maconha pelos frequentadores.

É bem verdade que você verá os nativos de lá fumando por todos os cantos da cidade, tendo em vista a suportabilidade da droga no local, porém, nos coffeeshops é totalmente legal o consumo, inclusive por turistas.

E euzinha, “tourista” nata, mesmo não sendo fã da erva, não poderia ficar fora dessa…

Fomos (eu e meu marido) em um coffeeshop bem próximo a Red Light District, que não me recordo o nome, para quebrar o tabu e matar a tal curiosidade.

Após a revista pelo segurança “monstro” que fica na porta, entramos…

Já dentro nos deparamos com um lugar diferente, underground, bastante esfumaçado, apesar de existir uma área específica para se fumar a maconha.

Música tocando, mesas espalhadas com sofás aconchegantes, lugar com mesas de sinucas e pessoal jogando, além, é claro, da vitrine e cardápio da droga de várias espécies para serem vendidas e consumidas ali mesmo (das mais puras às mais fracas, além de toda a parafernalha que acompanha).

Tem maconha de tudo quanto é tipo.

Sentamos meio tímidos numa mesa, com cara de que o que acontecia ao lado era suuuuper normal… #sqn.

Tá, ok, entramos e sentamos…. Mas é aí? Vamos fumar? Quem vai fazer o negócio pra gente? O camarada de 2 metros de altura da mesa do lado?

Não né…

Ficamos alguns minutos por ali, pedimos um café – sim, um café, afinal de contas estávamos num “coffee”shop – demos uma volta no lugar, fomos ao banheiro, que era unisex, pagamos a conta e fomos embora.

Moral da história – para matar a nossa curiosidade, com mico e tudo, demos “oi e tchau” em meia hora ao lugar… mas ok….está valendo.

Coffeeshop conhecido e “ticado” dentre os lugares visitados e bem característicos de Amsterdam.

Agora uma outra curiosidade sobre a verdinha:

Além dos coffeeshops, uma outra coisa que ronda Amsterdam, é que você vai encontrar outras formas de se provar a droga, como num pirulito ou num bolo de maconha, que são vendidos a rodo nas lojinhas espalhadas pelas ruas de lá. Eu provei o bolo e digo: gente, é uma coisa “horrorosa de ruim”, com um gosto absurdamente artificial. Dei uma mordida e joguei fora. Definitivamente péssimo! Um amigo teve uma outra experiência pois disse que provou o mesmo bolo e que se eu não gostei foi porque comprei em lugar errado….sinceramente eu não sei…só sei que achei um horror e não recomendo.

E você? Já teve essa experiência em algum coffeeshop? O que achou? Conta pra gente nos comentários que vou adorar saber.

E agora pine essa ideia no seu pinterest:

Visitando um coffeeshop em Amsterdam

Visitando um coffeeshop em Amsterdam

 

Bora viajar com o Top 5 Tour?

É só clicar nos links dos parceiros do blog aqui embaixo, que você acessa os serviços com tranquilidade, não pagando nada mais por isso.

Hospedagem: Booking.com

Seguro de viagem: Seguros Promo