Existem determinados passeios que são praxe em Buenos Aires e fazem parte de qualquer guia de turismo.

 

Não tem como alguém ter estado em Buenos Aires e não dizer que foi na Avenida 9 de julho, no Teatro Colon, na Casa Rosada, na Rua Florida, no Caminito, ou mesmo que comeu um alfajor e que assistiu a um belo show de tango, não é verdade?

 

Pura verdade!!! É que esses são alguns dos passeios essenciais a se fazer em Buenos Aires. “Provei” todos quando estive lá e vou contar para vocês a minha impressão e o que acho que vale a pena, começando pelo CENTRO da cidade ok?
Vamos lá…

 

Avenida 9 de julho – é uma nova e larga avenida, com um fluxo de trânsito um tanto quanto pesado, um dos cartões postais de Buenos Aires. Nela está o famoso Obelisco – monumento que foi construído para celebrar os 400 anos da cidade. Vale a pena uma caminhada e algumas fotos.

 

Avenida 9 de julho, Buenos Aires. Obelisco ao fundo.

 

Obelisco. Buenos Aires.
 Teatro Colon – é considerado um dos melhores teatros de ópera do mundo. Os argentinos tem orgulho dele tendo em vista sua riqueza. Quando estive lá fiz uma visita guiada pelo teatro de aproximadamente 01 hora, pois não havia nenhum espetáculo no período. Paguei o valor de 60,00 pesos argentinos. Apesar do peso argentino valer menos do que o real, achei “carinho”. Sinceramente, o teatro é muito bonito e suntuoso porém, valeria mais a pena conhecer num espetáculo qualquer. Cerrito, 628, Centro. http://www.teatrocolon.org.ar/

 

Ticket de entrada do Teatro Colon

 

Lateral do Teatro Colon

 

Maquete do Teatro Colon

 

Palco do Teatro Colon. Estava tendo um ensaio quando visitei.

 

Plaza de Mayo – Praça aonde está localizada a Pirâmide de Mayo – dedicada aos revolucionários de 1810, a Casa Rosada – atual sede do governo argentino, o El Cabildo – antiga sede do governo (século 18), a Catedral Metropolitana – imponente catedral onde está o mausoléu do General San Martin – libertador da Argentina.

 

Plaza de Mayo. Local de protestos e reivindicações

 

Pirâmide de Mayo
Na Praça de Maio também é muito famoso o movimento das Mães da Praça de Maio. São mulheres mães, que lá se reúnem todas as quintas feiras, às 15:30 hs., na intenção de que não seja esquecido o desaparecimento de seus filhos, ocorrido durante a ditadura militar.
Movimento das Mães da Praça de Maio

 

Casa Rosada

 

Plaza de Mayo. Vista do terraço da Casa Rosada

 

Esta foto acima foi tirada na visita guiada dentro da Casa Rosada. Essa visita acontece aos domingos às 10:00 horas e é de graça, com guia em português – ( pt-br ) – visita a casa “cor de rosa” como diz o guia – rs. Visita-se, inclusive, o gabinete da Presidente. Vale bastante a pena.

 

El Cabildo foi a sede do gorverno argentino durante o século 18. Hoje funciona um museu que fala sobre a revolução de maio de 1810. Paga-se uma quantia simbólica para visitar o museu. Faz parte da história argentina mas….”aqui entre nós”, temos museus absurdamente mais bonitos e informativos aqui no Brasil!!!
El Cabildo
Catedral Metropolitana – catedral estilo neoclássica, que abriga o mausoléo do General San Martin, que foi o libertador da Argentina.
Catedral Metropolitana

 

Catedral Metropolitana
Mausoléu do General San Matin

 

Avenida de Mayo – avenida que liga o Congresso Nacional a Casa Rosada, atravessada pela Avenida 9 de julho. Abriga bares e cafés, além do famoso Hotel Castelar. Vale a Pena uma caminhada por ela e uma paradinha no também famoso Café Tortoni para um “breakfast” ou somente para um café.

 

O Café Tortoni é o café mais antigo de Buenos Aires, inaugurado em 1858. Além do tradicional café, há uma área destinada a apresentações de tango (conta a história que lá foi o escritório dos compositores, cantores e dançarinos de tango nos anos 20).

 

Área destinada ao tango. Café Tortoni

 

Calle Florida – Calle = Rua. Famosa Rua de consumo em Buenos Aires. São 10 quadras destinadas a isso. Muuuuuiiiiita, mas muuuuiiiiiiita gente andando por lá. Não há como estar em Buenos Aires sem estar na Rua Florida. Para os consumistas de plantão (tipo eu) eu digo: gente, é uma loucura!!!! A parte irritante da Rua se dá por conta dos vendedores de tudo quanto é tipo espalhados por ela. Eles abordam TODOS os brasileiros, que são muitos, (não sei, acho que brasileiro tem cara de brasileiro, não tem jeito) na tentativa de vender shows de tango, câmbio, couro, entre outras coisas. Pela Rua Florida também pode ser visitada a Galerias Pacífico (uma das entradas é pela Rua Florida), que é um famoso shopping de Buenos Aires (falarei mais sobre compras em um post a parte).

 

Calle Florida. Buenos Aires

 

Pelo que vocês podem perceber eu estive pelo Centro tanto na quinta feira como no domingo e a sugestão de roteiro que dou é exatamente essa (obviamente se sua estadia coincidir com esses dias da semana!!).
Guarde a quinta feira para tomar um café no Café Tortoni (torça para não ter fila), andar pela Avenida 9 de julho fotografando seu Obelisco, conhecer o Teatro Colon, dar uma bela caminhada pela Rua Florida (só para conhecer, lógico!!), visitar a Praça de Maio e tudo o que tem nela – como o movimento das Mães de Maio – e a seu redor – como a Casa Rosada, o El Cabildo, a Catedral Metropolitana.
Deixe o domingo para a visita guiada na Casa Rosada que, como disse, acontece a partir das 10:00 horas e após a visita, emende uma andança pela feira de San Telmo. É outro bairro, ok…. e se você olhar no mapa vai ver que não é tão perto assim só que, acredite, já tem “feirinha” que começa logo ali – na Praça – e termina em San Telmo.
Como San Telmo é outro bairro de Buenos Aires, vou falar sobre a feira e demais atrações num post destinado exclusivamente para ele ok?